VEJA NOSSAS ESPECIALIZAÇÕES

VEJA NOSSAS ESPECIALIZAÇÕES

Qualidade e excelência nos atendimentos

CONSULTAS E EXAMES DE ROTINA DENTÍSTICA RESTAURADORA E ESTÉTICA ORTODONTIA E ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES IMPLANTES DENTÁRIOS ENDODONTIA PERIODONTIA PRÓTESES CIRURGIA
Saraiva Odontologia

Implantes Dentários


Implantes dentários

Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso, abaixo da gengiva, que tem a função de fazer o mesmo papel das raizes dos dentes. Em cima do implante é que o cirurgião dentista coloca o novo dente.

Indicações do implante dentário

São indicados em casos em que o paciente já perdeu o dente ou esse dente não apresenta condições de ser recuperado e precisa ser extraído.

É muito comum os pacientes irem ao consultório com dentes esteticamente feios ou estragados querendo extrai-los para fazer implantes dentários. É muito importante que saibam que existem vários outros métodos mais indicados para se recuperar a estética dentária e mesmo para se recuperar um dente que esteja com problemas (coroas, facetas, entre outras) do que a extração e colocação de implantes.

Contraindicações

Quem pensa em realizar a colocação de implantes dentários precisa apresentar um bom estado geral de saúde. Se tiver diabetes, pressão alta ou alguma doença crônica, mas tem acompanhamento médico, toma sua medicação de forma regular, podem realizar o procedimento. Em casos mais específicos, é normal o dentista entrar em contato com o médico e juntos avaliarem a melhor forma para que a colocação dos implantes dentários seja possível.

O implante dentário apenas é contraindicado em dois casos:

• Crianças e jovens que não tenham seu ciclo de crescimento ósseo finalizado, pois os implantes após a osseointegração não mudam mais de posição, não acompanhando o crescimento da face, sendo que os dentes e a face irão se movimentar para a frente e o implante ficara para trás. Mesmo assim, já existem atualmente algumas propostas clínicas para essa situação, mas ainda acho que precisam de mais estudos;

• Também é preciso muita atenção em pacientes que se utilizem de medicamentos da classe dos bifosfonatos, que são fármacos utilizados em doença de Paget, neoplasias malignas e alguns casos de osteoporose. Essa medicação inibe a remodelação óssea, e apesar de não existir um consenso na literatura, tem sido associada a necrose óssea, com uma solução muito difícil, caso ocorra.

Enxerto Ósseo

O cirurgião-dentista pode sugerir um enxerto ósseo para o implante dentário se ele julgar que o osso da sua mandíbula é muito fino ou mole para manter o implante no lugar em seu atual estado. Se o osso não conseguir dar suporte ao implante, a cirurgia poderá ser mal sucedida.

Levantamento de Seio-Maxilar

De uma forma simples, podemos dizer que no levantamento de seio maxilar colocamos osso (sintético ou não), na região que receberá os Implantes Dentários.

Quando perdemos dentes na região posterior da maxila ( região superior na parte de trás do arco dentário), com o passar dos anos pode ocorrer a perda de grande quantidade de osso em altura e assim nos aproximamos de uma região chamada de seio maxilar.

O seio maxilar é uma cavidade que existe em nossa face que tem diversas funções, muito associada a respiração. Em sua volta existe uma fina membrana, que pode ser elevada para a colocação do enxerto ósseo, após isso esperamos o tempo necessário para a consolidação do osso e colocação do implante.